skip to Main Content
Menu

AESUL completa 30 anos e reforça associativismo durante pandemia

O mês de junho é de celebração na Associação Empresarial da Região Sul (AESUL), quando a entidade comemora seu aniversário de fundação. Prestes a completar 30 anos de existência, em meio à pandemia do coronavírus, a entidade vem adotando mudanças para enfrentar esse período e continuar cumprindo sua missão, de fomentar e fortalecer iniciativas comerciais e empresariais na região.

De acordo com o presidente executivo Dário Santos, o ano de 2020 está sendo atípico para os negócios. “A AESUL é composta por associados de diversos segmentos e temos acompanhado que alguns setores sentem a crise mais do que outros. O momento é de cautela e estamos adotando alternativas e novas formas de atuação, buscando auxiliar nossos associados a manterem suas empresas de pé”, diz ele.

Desde o final de março, a AESUL vem lutando junto ao poder público em prol dos empresários e empreendedores locais. A entidade oficializou reivindicações nas esferas federal, estadual e municipal, incluindo dois mandados de segurança coletivo e ofícios para deputados, vereadores, secretários de justiça e de finanças, prefeito e governador.

Entre as solicitações pleiteadas estão: isenção ou postergação de impostos (IPTU, ISS, ICMS) e de cobrança de taxas diversas (lixo, Posto Fiscal Eletrônico, imobiliárias); Suspensão/não aplicação de multas por atraso na entrega de obrigações acessórias; Suspensão da inscrição em dívida ativa; Prorrogação e parcelamento de débitos tributários; entre outras.

Além dos pleitos, ações internas também foram adotadas, como a isenção integral da mensalidade de abril, 50% de desconto na mensalidade de maio, além de uma grande campanha de estímulo ao consumo no comércio local entre associados.

O presidente conta que a associação está cumprindo o distanciamento social orientado pelo Governo do Estado e Prefeitura. “Trabalhamos alguns dias em home office e agora a sede foi reaberta somente para tratativas administrativas, com o funcionamento reduzido e os cuidados necessários de saúde e de higiene. Temos feito reuniões por vídeo e dando sequencia aos eventos por meio de lives nas redes sociais. Estamos nos reinventando, assim como muitas empresas”.

De acordo com Dário, a AESUL entende que nesse momento o isolamento é necessário para proteger pessoas e conter o avanço da pandemia, mas é favorável de que novos segmentos sejam incluídos gradativamente na lista dos serviços essenciais, garantindo autorização de funcionamento. “Por conta da quarentena, muitas empresas foram obrigadas a interromperem suas atividades e isso gerou um cenário de incertezas. Os programas do Governo Federal para auxílio às micro e pequenas empresas não estão se mostrando suficientes. Teremos pela frente um longo caminho de retomada pós-pandemia, mas iremos atravessar e superar. Nosso meio tem muita garra”.

Em três décadas de existência, a entidade é reconhecida na região por sua história de lutas e conquistas em prol do empresariado, fruto do espírito de cooperação e de engajamento que permeia sua trajetória e a atuação colaborativa da sua rede.

“Enquanto associação, usamos da nossa força juntos para lutar pelos interesses coletivos com mais voz e peso. Esse é o sentido do associativismo: colaboração e ajuda mútua, especialmente nos momentos mais delicados. Assim é na AESUL! São 30 anos cercados de união, boa vontade e muito compromisso. Assim que possível, queremos reunir todos os associados para comemorarmos este aniversário de uma forma muito especial”, relata o presidente.

Deixe uma resposta

Ir para cima
Open chat