Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Palestra da AESUL abordou como definir limites para crianças e torná-las confiantes
18  JUNHO  2018 

Palestra da AESUL abordou como definir limites para crianças e torná-las confiantes

O limite calmo e firme é um “músculo” que deve ser exercitado e construído ao longo do tempo pelos pais

Alguns pais usam estratégias autoritárias que não permitem que a criança tenha uma voz independente ou senso de eficácia. Outros praticam uma educação excessivamente permissiva que não ensina limites e autocontrole. A palestra da AESUL realizada em 14 de junho com o tema “Ajudando as crianças com limites e fortalecimento da autoestima” mostrou que ambos os extremos podem interferir na capacidade das crianças de regular as emoções e formar relacionamentos saudáveis ​​quando adultos. Ouvir e respeitar sentimentos, permitindo escolhas, mas estabelecendo limites justos e claros sobre comportamentos inaceitáveis, é o equilíbrio saudável que se deve buscar.

O auditório da AESUL lotou de pais e profissionais da área de educação querendo aprender a estabelecer limites sem aspereza ou medo. A Psicóloga Rayanne Campos, a Fonoaudióloga Viviane Gilg e a Psicopedagoga e Terapeuta Ocupacional Flávia Tereza foram as palestrantes e abordaram o conteúdo de forma interativa e participativa. Inicialmente, fizeram uma brincadeira com bexigas. Os visitantes tinham que jogar cada vez mais os balões para cima, a alusão feita foi de que é preciso saber quando e como se deve deixar o filho “ir mais alto”, sem segurá-lo demais, sem limitá-lo de forma excessiva ou mesmo deixar alçar voos longes sem regras.

Flávia destaca que a coerência e a constância sempre devem estar presentes. Os filhos devem aprender a explorar e serem sensíveis, no sentido de se colocar no lugar do outro e construir um aprendizado com sentido e significado, além de terem autonomia. “Alguns profissionais podem até discordar, mas quando criança é necessário ter certo medo, pois nos primeiros anos de vida ainda não se sabe o conceito de respeito, isso será construído. É preciso ter um pouco de medo da sequência das ações e de perder o amor destes pais. Na hora que você falar ‘não’, ele vai falar ‘te odeio’, e a mãe desaba. Mas isso dura um minuto. A primeira batata frita que você fizer, o filho volta a amar. Ser firme não traumatiza, o que traumatiza é a falta de olhar e de passar um tempo de qualidade com a família”.

Já Viviane reforça para que não se use uma linguagem insossa ou fraca, pois 93% do impacto da comunicação presencial é dada pela voz e pelo corpo. “Repare no volume, velocidade na forma que fala com a criança e no olhar. Tenha uma escuta ativa deixe a criança falar, contudo esteja decidido quando disser ‘não’ e quanto ao certo e ao errado. Evite gritar, pois o grito deixa as crianças acuadas e com a autoestima lá em baixo”, fala Viviane.

E a psicóloga Rayanne comentou que pode ser útil dar a razão para o limite e que existem limites da natureza (exemplo, se você dormir tarde, acordará com sono), da sociedade (como regras de trânsito, se avançar o sinal vermelho pode machucar alguém ou você próprio) e da família (será construído de acordo com cada família). “Os limites devem ser iguais para todos os irmãos e se deve aplicar desde bebê. É possível dizer ‘sim’ e ‘não’ para criar sensação de segurança e adaptação ao meio social. Liberdade caminha junto com o limite”.

Esta palestra faz parte do Programa 360º de palestras da AESUL criado pela Diretora de Cursos e Palestras da AESUL Patrícia Atui, que ficou feliz em ver a casa lotada e com a sensação do dever cumprido a cada ano. “Ver o auditório cheio me deu a certeza que estamos levando conhecimento através deste programa. A ideia das palestras é desenvolver o associado como um todo, pelo aspecto pessoal e profissional. O pessoal abrange família e filhos, pois antes de sermos empresário somos pessoas. Queremos agregar valor, informação e ampliar o raio de visão das pessoas. Já falamos sobre vários temas, como finanças, gestão de pessoas, nutrição, etc. O desafio desta diretoria é estar antenada com temas variados, ver o que foi feito, pensar em assuntos críticos, da vivência do empresário, entre outros pontos”.

 

Eventos

Treinamento Mídias Sociais

01/08/2018

Workshop "O Líder na nova Economia"

24/07/2018

Mega Rodada de Negócios AESUL

20/07/2018

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria