Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Bairros da Zona Sul serão interligados através de Monotrilhos
31  DEZEMBRO  1969 

Bairros da Zona Sul serão interligados através de Monotrilhos

Prefeitura de São Paulo pretende interligar a região do Jardim Ângela e Santo Amaro até 2012    

Para melhorar o transporte público de São Paulo, o Prefeito Gilberto Kassab e o Secretário Municipal de Transportes, Alexandre de Moraes, anunciaram no início deste mês a implantação de uma linha de monotrilhos na região Sul com o objetivo de expandir a frota de transportes urbanos coletivos e proporcionar à população mais segurança e rapidez ao destino desejado.

Apesar de ter características semelhantes à de um trem, o monotrilho utiliza pneus, é movido à energia e circulará em vias elevadas. Para este empreendimento estão sendo projetados 34 quilômetros de monotrilhos que terá capacidade para circular com até seis vagões e transportar em média 30 mil passageiros por hora. Este novo sistema poderá atingir até 80 quilômetros por hora.

A primeira etapa da malha será destinada a ligação do terminal Jardim Ângela até o terminal Santo Amaro, no total de 11 quilômetros, seguindo o traçado alternativo ao do atual corredor de ônibus da Estrada do M'Boi Mirim. O Prefeito Gilberto Kassab disse que esta primeira etapa deverá ser concluída até 2012 e que dará seqüência ao projeto ligando-o até a Vila Olímpia por meio da estação de trem já existe na região.

"A Zona Sul é uma área onde não há planejamento de chegada do Metrô até o Jardim Ângela. É uma área saturada de veículos e de ônibus e o monotrilho, entre os vários modais, se encaixa melhor nessa área", resume Alexandre de Moraes.

O terminal Jardim Ângela passará por reformulações para se adequar a este novo investimento na área urbana e através disto será associado a novos empreendimentos e terá acesso ao Hospital M'Boi Mirim.

Outra região que se beneficiará com este projeto será a Vila Sônia, que fará conexão com o novo terminal Jardim Ângela. E assim, o monotrilho fará interligações com trens e metrôs da cidade. Em seu percurso, o monotrilho se integrará com a linha 9 (Esmeralda) da CPTM, na estação Socorro, e com a linha 5 (Lilás) do Metrô, na estação Santo Amaro.

Além de possibilitar mais opções de locomoção à população, ao implantar o sistema de monotrilhos em São Paulo a economia também será beneficiada, pois a tendência será a criação de novos postos de trabalhos para assim fortalecer o desenvolvimento socioeconômico da área em expansão.  

A licitação para instalar os 34 quilômetros de monotrilhos na Zona Sul já está aberta. Cada quilômetro do monotrilho terá em média o custo de U$ 75 milhões.

{{GaleriaFotos}}

Voltar

Eventos

Palestra "Estratégias e Soluções para a gestão das PMEs", 13/06/19

13/06/2019

Circuito de Negócios AESUL - 30/05/19

30/05/2019

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria