Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

CECIs Krukutu e Tenondé Porã comemoram aniversário
29  MAIO  2013 

CECIs Krukutu e Tenondé Porã comemoram aniversário

No dia 28 de maio, os CECIs Krukutu e Tenondé Porã celebraram seu 9° aniversário. Para comemorar, uma programação reuniu as crianças, moradores da aldeia e convidados, em um café da manhã típico, com alimentos bem conhecidos dos índios, como xipá (um tipo de pão) e reviro (bem parecido com uma farofa), ambos feitos com trigo. Em seguida, uma cerimônia de boas-vindas deu início à programação cultural com apresentações de dança e canto indígenas preparadas pelos alunos. 

Projeções de imagens do CECI e música guarani de fundo fizeram o público mergulhar no ambiente indígena. Nas oficinas artesanais, alunos, adultos e comunidade aprenderam a fazer objetos indígenas, como por exemplo, colares, instrumentos, arco e flecha, entre outros. No período da tarde, foi servido o almoço para todos os participantes, também com comidas típicas, como milho, mandioca, jopara e melancia. Para encerrar, como forma de agradecimento aos deuses e ao público presente, houve mais apresentações de canto e dança indígena. Durante o evento o pajé, lideranças indígenas, funcionários e autoridades presentes participaram de uma roda de conversa. 

CECIs - Os Centros de Educação e Cultura Indígena (CECIs), foram desenvolvidos em 2004, em um trabalho conjunto entre a Secretaria Municipal de Educação e lideranças indígenas do povo guarani Mbya das aldeias Tenondé, Krukutu e Jaraguá. A ideia foi construir centros de educação e cultura diferenciados, com objetivo de educar as crianças ao mesmo tempo que as raízes e a autonomia do povo guarani são reafirmados. Visando construir e fortalecer uma política respeito às diferenças, os projetos arquitetônico e pedagógico foram construídos conjuntamente entre técnicos da secretaria e os índios das três aldeias da cidade. 

As atividades desenvolvidas com os alunos são aplicadas na língua guarani e organizadas - a partir de um calendário escolar que considera os ciclos da natureza e os ensinamentos tradicionais dos mais velhos - por educadores indígenas das próprias aldeias. O currículo segue os processos próprios de aprendizagem desenvolvidos a partir dos interesses, dos hábitos e das crenças indígenas, ao mesmo tempo em que favorece o acesso dos educadores e das crianças guarani às informações e aos conhecimentos técnico-científicos da sociedade Juruá (não indígena).

Eventos

Rodada de Negócios AESUL - 24/08/18

24/08/2018

Liderança e Gestão Eficazes: Todos Motivados e Envolvidos!

16/08/2018

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria