Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Extremo Sul ganha  R$1,79 bilhões de investimentos em obras viárias
31  DEZEMBRO  1969 

Extremo Sul ganha R$1,79 bilhões de investimentos em obras viárias

Extremo Sul ganha  R$1,79 bilhões de investimentos em obras viárias

Em breve começará a se desenhar uma nova paisagem no extremo sul da Zona Sul de São Paulo. Trânsito parado, horas dentro do ônibus ou do carro para chegar ao trabalho e voltar para casa ficará apenas na lembrança daqueles que por muitos anos passam por este sofrimento dia após dia.

Essa nova realidade, que mudará o dia a dia dos moradores de diversos bairros, trazendo mais qualidade de vida às pessoas, foi apresentada durante audiência pública promovida pela SIURB - Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras, no último dia 17 de fevereiro, no Instituto de Engenharia, para tratar dos últimos acertos e reivindicações da população para o início do processo licitatório do Plano Viário da Zona Sul.

Com um investimento total de R$ 1,79 bilhões o Plano Viário prevê o melhoramento e alargamento da Avenida Guarapiranga, Estrada da Baronesa, Estrada Guavirutuba e Rua Agamenon Pereira da Silva; prolongamento da Avenida Carlos Caldeira Filho e Canalização do Córrego Água dos Brancos; melhoramento e alargamento da Estrada M’ Boi Mirim; melhoramento e alargamento da Avenida Dona Belmira Marin; prolongamento da Marginal Pinheiros; duplicação da Estrada da Cachoeirinha; duplicação da Estrada de Itapecerica e duplicação da Estrada do Alvarenga.

Lideranças políticas que por anos lutaram para que este benefício chegasse até a população estiveram presentes, bem como membros de associações de bairro é o público em geral. Para o Vereador Antonio Goulart, morador da região e profundo conhecedor de todos os problemas vivenciados pela população é um sonho que se torna realidade após tantos anos de luta. “Eu saio daqui muito feliz, porque é uma conquista de muitos anos. Quando nós fizemos o abaixo-assinado para a construção do Complexo Viário Jurubatuba já constava em nossas reivindicações a Margem Direita da Marginal Pinheiros e outras vias que hoje vemos contempladas neste projeto”.  

O Vereador relembrou o quanto cada conquista é difícil, mas segundo ele se houver empenho e organização dos políticos e da população os projetos saem do papel. “A construção do Complexo Viário Jurubatuba que todos vocês acompanharam, foi uma luta de uma infinidade de pessoas, que começou com um processo muito grande, anterior à administração do Ex-Prefeito Celso Pitta. Em sua administração nós conseguimos aprovar a licitação do projeto, depois a obra foi iniciada quando a Marta estava Prefeita e só foi concluída quando já estava empossado o Prefeito Gilberto Kassab, então tudo é um processo de luta e de organização, e agora estamos novamente em uma audiência pública que é a etapa final para licitação de novas obras na região que são frutos de outras grandes lutas nossas”.

De acordo com Goulart a ampliação da pista direita da Marginal Pinheiros vai resolver o problema de um gargalo muito grande na região. “Hoje, bairros residenciais sofrem com o grande fluxo de veículos que fogem de vias congestionadas como a Avenida Interlagos. Com essa nova alternativa, tanto quem segue do centro, quanto quem vem de outras cidades terão fácil acesso à Zona Sul. Serão construídos mais oito quilômetros de pista na margem direita do rio com aproximadamente dez metros de largura. Em paralelo à pista, seguirá uma ciclovia, também teremos novas alças de acesso e outra ponte ao lado da Ponte Transamérica, com passagem para pedestres”.

Para a Avenida Dona Belmira Marin que sofre com congestionamentos constantes, o  Plano Viário prevê a sua duplicação em mais de três quilômetros a partir da Avenida Senador Teotônio Vilela, com ampliação da largura da pista para sete metros e criação de uma ciclovia com mais três metros na lateral, mas o Vereador Antonio Goulart já luta por novas obras para a região. “Nossa luta é também pela construção de uma ponte como alternativa à Belmira Marin, ligando a região do Jardim Gaivotas ao Sesc Interlagos, pois durante a semana é um sacrifício diário, e no sábado, domingo e feriado que as pessoas têm para descansar não é diferente, elas chegam a levar quase duas horas para atravessar a Avenida Senador Teotônio Vilela e chegar ao Jardim Gaivotas, mas sabemos que essa obra ainda passa por estudos de viabilidade. Nesse sentido, a duplicação vai facilitar a vida de muitos moradores”, ressalta.

Outro problema apontado pelo Vereador, que está contemplado entre as obras, é a Estrada do Alvarenga. “Quem segue em direção à Diadema sofre com o gargalo formado próximo ao Parque Sete Campos, isso porque, após a construção do Complexo Viário Jurubatuba e a ampliação da Avenida Miguel Yunes, aumentou muito o fluxo de veículos nessa direção. Certamente, a duplicação vai melhorar, e muito, a vida dos motoristas”, afirma Goulart. Para a estrada do Alvarenga serão mais de seis quilômetros de obras, tanto para a duplicação, quanto para a implantação de ciclovias.

Eventos

Treinamento Mídias Sociais

01/08/2018

Workshop "O Líder na nova Economia"

24/07/2018

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria