Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Fundação Dorina distribuiu 35.000 livros acessíveis às pessoas com deficiência visual
31  DEZEMBRO  1969 

Fundação Dorina distribuiu 35.000 livros acessíveis às pessoas com deficiência visual

Projeto “Nós também gostamos de ler” amplia acesso cultura por meio de livros em braille, áudio e digital acessível para crianças, adolescentes e adultos com deficiência visual 

Muitas pessoas não imaginam, mas as pessoas cegas e com baixa visão também gostam de ler e fazem uso dos livros com frequência, o que torna fundamental o acesso a livros em formato braille, áudio ou digital acessível.  

Para atender esta demanda a Fundação Dorina criou uma iniciativa inédita, o projeto “Nós também gostamos de ler”, que se propõe a produzir e distribuir livros acessíveis às pessoas com deficiência visual. O projeto conta com o patrocínio de Parceiros de Visão, empresas comprometidas com a inclusão das pessoas com deficiência visual no Brasil, entre elas Mercedes Benz, Bradesco, Cielo e Globosat.

O projeto será executado em duas fases, a primeira que está em andamento, contou com a distribuição de 35 mil exemplares de livros acessíveis para cerca de 5.000 instituições como escolas, universidades, organizações sociais e todas as bibliotecas públicas municipais do país, em 4.763 municípios, ou seja, 79% das cidades brasileiras, beneficiando diretamente cerca de 150.000 pessoas cegas e com baixa visão. Já a segunda fase prevê a distribuição de mais 36 mil exemplares durante o primeiro semestre de 2012. 

No total serão distribuídos 71.000 livros acessíveis. O projeto prevê a distribuição de 20.000 livros de literatura infantil em formato braille, para crianças em idade de alfabetização; 50.000 livros de literatura, incluindo best-sellers e clássicos pré-vestibular, em áudio para adolescentes e jovens; 1.000 livros de artes, filosofia e humanas, em formato digital acessível DAISY, para pesquisa e consulta de universitários e profissionais. 

A iniciativa é viabilizada pela Lei de Incentivo à Cultura, enquadrado no artigo 26 da Lei Rouanet 8.313/91, sob o número 105106, do Programa Nacional de Apoio a Cultura – PRONAC. As empresas interessadas em fazer doações para o projeto, beneficiando-se de renúncia fiscal, podem destinar, até o dia 30 de dezembro, parte do imposto de renda a pagar.

Hoje segundo o censo IBGE 2010, existem no Brasil cerca de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, porém, segundo o Ministério da Cultura, apenas 9% das bibliotecas públicas municipais dispõem de algum acervo acessível a estas pessoas.  

Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos:

A Fundação Dorina Nowill para Cegos há 65 anos facilita a inclusão social de crianças, jovens e adultos cegos e com baixa visão, por meio de reabilitação, educação especial, programa de empregabilidade, bem como a produção e distribuição de livros e revistas acessíveis, que são distribuídas gratuitamente para pessoas com deficiência visual e para mais de 5.000 escolas, bibliotecas e organizações em todo o Brasil.

www.fundacaodorina.org.br 

Serviço:

Fundação Dorina Nowill para Cegos

- Doações e Patrocínios via Lei Rouanet até 30 de dezembro

11 5087-0983
pronac@fundacaodorina.org.br

Eventos

Caldos & Negócios AESUL, 11/07/19

11/07/2019

Circuito de Negócios AESUL - 27/06/19

27/06/2019

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria