Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Governador Geraldo Alckmin entrega ambulatório médico na Zona Sul e assina decreto para desapropriação e reabertura do Hospital Santa Marta
17  JULHO  2013 

Governador Geraldo Alckmin entrega ambulatório médico na Zona Sul e assina decreto para desapropriação e reabertura do Hospital Santa Marta

No dia 16 de junho o Governador Geraldo Alckmin reinaugurou a primeira fase da reforma do Ambulatório Médico do Hospital Regional Sul. "Vamos passar de cinco mil para 7.500 pacientes/mês, podendo chegar a dez mil", disse Geraldo Alckmin.

Com investimentos de R$ 10 milhões do Tesouro Estadual, o ambulatório vai contar com 20 consultórios médicos para atender as 27 especialidades que estarão disponíveis aos pacientes. Além de salas de observação, medicação, curativos e um Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapia com aparelhos de raio-x, mamógrafo digital, ultrassom e audiometria. O ambulatório também terá coleta para exames laboratoriais, testes urodinâmicos, colpocitologia oncótica, colposcopia e eletrocardiograma. A última etapa da obra será entregue no final de 2013, com o novo ambulatório de pé diabético, fisioterapia e acupuntura.

Durante a entrega do ambulatório o governador também assinou decreto que desapropria o Hospital Santa Marta. A unidade está desativada há 12 anos. O investimento total do Governo de São Paulo chega a R$ 72 milhões, incluindo compra do terreno e do prédio, reforma e aquisição de equipamentos.

O governo do Estado definiu a compra do prédio e do terreno da unidade por R$ 35,7 milhões e irá instalar ali um hospital geral para atender à população da região. O hospital estava desativado há 12 anos. A Secretaria de Estado da Saúde irá promover uma ampla reforma e modernização do prédio, situado numa área de 3.120 m². O local é próximo ao Metrô e ao centro de Santo Amaro, o que deve facilitar o acesso dos pacientes da região. A estimativa é de que o hospital receba R$ 26 milhões em obras de reforma e adequação, e mais R$ 10,3 milhões para a compra de equipamentos, o que, somado  ao valor da desapropriação, totaliza R$ 72 milhões em investimentos pelo governo do Estado.

Desde a desativação do Hospital Santa Marta, o prédio foi comprado por um plano de saúde, mas colocado à venda novamente em 2011 para pagamentos de dívidas. Levado a leilão, foi comprado por uma instituição financeira e agora revendido ao Estado.

O objetivo é já nos próximos meses providenciar a adequação da fachada, deteriorada pelas pichações, e trocar os equipamentos e camas antigos. Logo após será realizada a reforma e a definição do perfil assistencial da unidade, com total de leitos e especialidades a serem ofertadas. O novo hospital Santa Marta, agora estadual, deverá ser aberto à população no próximo ano.

“É um importante reforço para os pacientes do SUS na região de Santo Amaro, que poderão contar com assistência médica gratuita e especializada em um hospital com infraestrutura modernizada”, afirma José Manoel de Camargo Teixeira, secretário de Estado da Saúde de São Paulo em exercício.

Eventos

Nenhum Evento Encontrado

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria