Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Região de Interlagos contará com orientadores de trânsito para diminuir riscos de atropelamentos
31  DEZEMBRO  1969 

Região de Interlagos contará com orientadores de trânsito para diminuir riscos de atropelamentos

As Secretarias Municipais do Trabalho e Transportes autorizaram a contratação de 120 pessoas que serão capacitadas para auxiliarem na travessia de pedestres e instruírem motoristas em pontos estratégicos de São Paulo com a finalidade de reduzir atropelamentos.

O Projeto Travessia Segura atuará durante o horário de pico em frente a escolas públicas e a pontos críticos de atropelamentos. Este projeto também colocará em prática outras ações para diminuir os riscos de atropelamentos, como é caso da CET – Companhia de Engenharia de Tráfego, que organizará caminhadas e passeios ciclísticos em prol da segurança e conscientização no trânsito.

Dentre as 30 escolas municipais selecionadas e os 19 cruzamentos da São Paulo que receberão atenção no projeto, algumas estão localizadas na Zona Sul e no extremo Sul:

  • Avenida Adolfo Pinheiro X Rua Isabel Schmidt – Santo Amaro;
  • Avenida Rubens Montanaro Borba, 862 – Jardim Régis;
  • Rua Raimundo Lopes, 115 – Interlagos;
  • Praça Escolar S/N – próx. Avenida Teotonio Vilela – Cidade Dutra;
  • Avenida Mario Lopes, 120 – Santo Amaro;
  • Avenida Mário Lopes, 1050 – Santo Amaro;
  • Avenida Adolfo Pinheiro, 511 – Santo Amaro.

O que se exige dos participantes do Projeto Travessia Segura é ter idade mínima de 18 anos, que sejam moradores desempregados de São Paulo com renda familiar de até meio salário-mínimo per capita. Os orientadores receberão auxílio mensal de R$ 488,25 referente à prestação de serviço durante todo o projeto.

"Este programa parece ter um impacto baixo. Mas 120 pessoas, bem treinadas, podem contribuir de uma maneira muito significativa e intensa para modificar a cultura das pessoas. A questão fundamental dessa cooperação é a melhor educação das pessoas para que, então, possamos diminuir o número de acidentes", declarou o Prefeito Gilberto Kassab.

A Secretaria de Transportes divulgou que em 2008 foram registrados 670 atropelamentos fatais na Cidade, número 9% menor às 736 vítimas em 2007 - no mesmo período, houve um crescimento de 6,5% na frota de automóveis. O número de vítimas por atropelamento registrou outra queda de 5% entre o 1º semestre de 2008 e o 1º semestre de 2009, segundo o Secretário de Transportes Alexandre de Moraes.

{{GaleriaFotos}}

Voltar

Eventos

Nenhum Evento Encontrado

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria