Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Usina de asfalto de Parelheiros é reativada
23  AGOSTO  2013 

Usina de asfalto de Parelheiros é reativada

Após oito anos de inatividade (gestões Serra/Kassab) os vereadores Ricardo Nunes e Alfredinho com o empenho do subprefeito conseguem reativar funcionamento de usina 

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, reativou os trabalhos da Usina de Asfalto à Frio de Parelheiros após visita do Secretário Municipal de Coordenação das Subprefeituras, Chico Maceno, no último sábado (3/08). A agenda foi feita pelos vereadores Ricardo Nunes (PMDB) e Alfredinho (PT) na companhia do subprefeito Adailson de Oliveira que recepcionaram e acompanharam a vistoria do secretário.

De acordo com o subprefeito, é uma antiga reivindicação a reativação da Usina, que ficou inativa durante as gestões dos ex-prefeitos de São Paulo José Serra (2004/2006) e Gilberto Kassab (2006/2008 – 2009/2012).

Nos últimos oito anos (2006/ 2012) todo o abastecimento de Parelheiros e região ficou na dependência de uma única unidade, a Usina de Asfalto à quente Barra Funda, nomeada  neste período como superintendência de massa asfáltica de São Paulo, centralizando toda produção da cidade.

Até hoje, antes de a usina ser reativada, a subprefeitura de Parelheiros enviava caminhões para buscar o material na Barra Funda percorrendo uns 60 quilômetros no trajeto gerando um custo desnecessário e ainda contribuindo para piorar o transito e poluição do meio ambiente.

Capacidade

A Usina pré-misturada fria conta com a produção de 35 toneladas/ horas o que representada cinco mil toneladas de material por mês para cuidar do bairro e, ainda, poderá abastecer as subprefeituras de Capela do Socorro, Cidade Ademar e Santo Amaro.

A medida além de reduzir custos vai agilizar os trabalhos de recapeamento e operações tapa-buraco na região. O objetivo da subprefeitura é dobrar a capacidade de produção e para isso ficará no aguardo de novos recursos.

Descentralização

O vereador Ricardo Nunes defende a descentralização da administração pública e a fiscalização do dinheiro público assim como dos equipamentos públicos. “Uma cidade do tamanho de São Paulo não pode concentrar os trabalhos em apenas um equipamento, pelo contrário deve incentivar a capacidade máxima de cada usina. Investir em manutenção, em novos equipamentos e não deixar virar sucata. Os bairros necessitam de infraestrutura e as pessoas de melhores condições de vida. Estamos felizes de conseguir a reativação da usina de Parelheiros”, destaca o vereador.

Eventos

Palestra "Estratégias e Soluções para a gestão das PMEs", 13/06/19

13/06/2019

Circuito de Negócios AESUL - 30/05/19

30/05/2019

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria