Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Vai viajar nas férias? Cuidado ao alugar um imóvel em temporada
24  JUNHO  2013 

Vai viajar nas férias? Cuidado ao alugar um imóvel em temporada

Especialista orienta os cuidados na hora de alugar um imóvel e evitar transtornos nas férias de julho 

O mês de julho é caracterizado por grandes movimentações turísticas, principalmente em cidades que possuem baixas temperaturas, como Campos do Jordão (SP), Petrópolis (RJ), São Joaquim (SC) e Gramado (RS). Em busca de conforto e privacidade, a procura por imóveis de locação temporária chega a dobrar nesta época do ano. Porém, a contratação deste tipo de serviço exige alguns cuidados, para que um período de lazer e descontração com a família, não se torne um problema.
Segundo o engenheiro civil, Flavio Figueiredo, Diretor da Figueiredo & Associados e especialista em avaliações de imóveis, é primordial realizar uma visita no local antes da hospedagem. "As fotos que se vê na internet podem mascarar uma série de problemas. O ideal é visitar o imóvel pessoalmente ou pedir que alguma pessoa de confiança o faça, cercando-se de cuidados para ter certeza de que o imóvel alugado está de acordo com o que está sendo mostrado nas fotos".
Em temporadas de inverno, alguns itens básicos também precisam ser verificados, como chuveiro e aquecimento interno. "Em locais muito frios, é importante ter um sistema de aquecimento de água eficiente. Chuveiro elétrico convencional, em muitos casos, não é suficiente. São detalhes que nem sempre são observados, mas que na hora fazem muita diferença", explica.
Outro ponto importante, segundo ele, é a localização do imóvel. Locais aparentemente tranquilos podem ganhar vizinhos desagradáveis em determinadas épocas do ano. "Verifique se não abrirá uma boate perto da casa, por exemplo. Mesmo que seja a uma certa distância do imóvel, um bar ou danceteria pode causar engarrafamentos na região. Além disso, certifique as condições da estrada para chegar ao local", reforça o especialista.
Figueiredo ressalta que buscar informações com vizinhos e comerciantes do entorno do imóvel é sempre uma boa opção. "É fundamental exigir um contrato de locação e ficar atento se ele reflete exatamente a transação que está sendo feita. Analise os itens que a casa possui e o estado de conservação. É muito importante descrever com detalhes desde a quantidade e também se está quebrado, para evitar prejuízos", conclui. 

Eventos

Nenhum Evento Encontrado

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria