Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Presidente do Conselho da AESUL recebe título de Cidadão Paulistano
20  NOVEMBRO  2014 

Presidente do Conselho da AESUL recebe título de Cidadão Paulistano

Por iniciativa do Vereador Antonio Goulart, no dia 10 de novembro, o empresário e Presidente do Conselho Deliberativo da AESUL, Juarez Amaro da Silva, recebeu o título de Cidadão Paulistano, na presença de familiares, amigos, colaboradores, empresários, autoridades locais, diretores, conselheiros da AESUL e do Presidente Edivan Bezerra da Silva.

A Sessão Solene que aconteceu no Clube ADC Eletropaulo foi presidida pelo Vereador Antonio Goulart. Na composição da mesa estavam: Renato Jardim, Ex-Presidente da AESUL e atual Chefe de Gabinete da Subprefeitura Vila Mariana; Valderci Malagosini, Ex-Presidente da AESUL e Subprefeito de Santo Amaro; Jorge Caruso, Deputado Estadual; Reverendo Aldo Pereira Quintão, da Igreja Anglicana; Márcio Brugnera, representando o Vereador Ricardo Nunes, que um pouco mais tarde tomou seu lugar na mesa; Antonio Carlos Caruso; e os empresários e Ex-Presidentes da AESUL, Vitor Cavalcanti e Ronaldo do Prado Farias.

O cerimonial teve início com a leitura de uma biografia do homenageado que destacou entre as diversas passagens da vida de Juarez sua chegada em São Paulo. “Um bebê é trazido, por seus pais lá do nordeste, daquele mesmo nordeste que alguns equivocados pretendem seja desvinculado da Pátria à qual deve pertencer São Paulo. Em solo paulistano cresce, trabalha, constrói sua família, torna-se empresário de sucesso, opta por ser um eterno aprendiz, mas tudo aquilo que sabe compartilha, preocupa-se em aplicar alta tecnologia nos produtos que fabrica,  promove cursos profissionalizantes de  modo a capacitar outros cidadãos para o trabalho e renda, dedica-se ao aprimoramento da organização social que congrega empresários do seu naipe e, daí contribui para o desenvolvimento  regional, mercadológico e econômico da zona Sul”.

O primeiro da mesa a falar foi o Deputado Jorge Caruso, ele começou parabenizando o Goulart pela iniciativa em reconhecer o valor de cada cidadão que se dedica a cidade de SP. “Esse título, não é só para você Juarez, mas para toda sua família que passou por tudo junto com você, tenho certeza que todos contribuíram, sofreram e sorriram em cada dia da sua vida”.

Valderci tomou a palavra e disse que não iria falar como Subprefeito de Santo Amaro, mas como amigo. “Falar do Juarez é fácil e ao mesmo tempo difícil, eu também vim do interior, você sabe você veio de Alagoas e venceu, pra você, pra sua família, seus filhos e ainda arruma tempo para ajudar o próximo, para ser um construtor social, lá na SOBEI, na AESUL, no Rotary”.

O Reverendo Aldo contou como conheceu o Juarez e o quanto é agradecido pela sua amizade. “Eu agradeço sempre a Deus as pessoas que ele coloca em nossas vidas, e o Juarez é uma delas”. Falou ainda que o Juarez era amigo, irmão e solidário e contou uma passagem que ficará marcada em sua vida. “Quando nós fomos construir a segunda igreja – nós temos três – na Vila Brasilândia, um dos menores índices de desenvolvimento humano da cidade de São Paulo, e eu com uma dificuldade muito grande falei para o Juarez fazer o orçamento das janelas. Ele não fez o orçamento das janelas, ele fez todas as janelas”.

Marcio Brugnera disse que “é muito fácil admirá-lo, você tem uma vida bem sucedida, você buscou isso com amor, a gente sabe da sua história e todo reconhecimento do mundo deve recair sobre você e sua família. Sabemos da verdade que você tem e dos seus compromissos que são sempre sérios e bem cumpridos, por isso eu te admiro muito Juarez”.

Renato ressaltou que muito já havia sido dito sobre o Juarez, mas disse que a alegria é o que personifica o Juarez, e ainda complementou: “para falar de ti quero compartilhar um pouquinho das minhas alegrias, alegria de poder conviver com todos vocês e de poder fazer parte da AESUL, você é um empresário que se doa, então quero compartilhar a alegria de ser seu companheiro de Rotary, de ser seu irmão de maçonaria”. Também relembrou da época em os dois dividiram a Presidência e Vice-Presidência da AESUL. “O que a gente mais quer é o convívio com as pessoas e você agrega sim e hoje eu tenho certeza que os amigos da AESUL e os amigos do Rotary são muito mais próximos e a gente conseguiu conquistar isso juntos”.

Ronaldo relembrou muitas histórias do Juarez e ressaltou as qualidades que admira no amigo. “Jura como eu o apelidei é um grande amigo, pessoa que eu conheço há muitos anos, aonde ele chega é alegria, sinônimo de humildade e simplicidade que transforma em alegria”.

Vitor Cavalcanti também parabenizou o Vereador Goulart pela iniciativa e destacou que todos os presentes certamente tinham uma pequena história do Juarez para contar. “Cada um tem algo divertido também, pois o Juarez é essa pessoa que encanta aonde chega, com sua simplicidade e uma sinceridade que eu vi poucas vezes no Ser Humano, então todos nós aqui temos a alegria, o prazer e o privilégio de poder ser amigo de um Ser Humano tão especial”. E finalizou dizendo que o Juarez é um exemplo de pai não só para os seus filhos, mas para aqueles que convivem com ele e que a cidade de São Paulo estava de parabéns pela homenagem.

Antonio Carlos Caruso relembrou que ele juntamente com o Goulart e o Taconi foram os fundadores da AESUL e que a entidade só cresceu graças a pessoas como o Juarez e os demais presentes na mesa. “São pessoas boas, integras honestas de caráter e que realmente se preocupam com a região”, disse ainda que o Juarez “é tudo o que é graças aos seus pais e a sua esposa, o Juarez preserva aquilo que é mais importante, que é realmente a família, por isso o seu caráter, a sua força e a sua humildade”.

O Vereador Ricardo Nunes, ressaltou que o Goulart tinha acabado de fazer uma ação “de garimpar, de tirar uma pedra preciosa para trazer para o rol de títulos de cidadãos paulistanos e essa pedra preciosa é o Juarez”, ele ainda completou: “esse título é mais do que merecido”.

Antes de conceder o título ao Juarez, o Vereador Goulart ressaltou que era um prazer estar no ADC Eletropaulo com a casa cheia, um local que já foi palco de tantos encontros importantes, cumprimentou a todos e ressaltou que era um privilégio homenagear o Juarez. Ele também explicou que só pessoas merecedoras recebem o título de Cidadão Paulistano. “Cada vereador tem direito a indicar, não é escolher, porque a indicação passa pelas comissões da Câmara e é o conjunto de vereadores que  verifica se a pessoa realmente reúne as qualidades para ser homenageado pela cidade de São Paulo. Muitas pessoas poderiam estar sendo homenageadas, mas cada vereador tem um número de títulos a ser concedidos por sua propositura durante o seu mandato, e procuramos conceder realmente para pessoas que vieram para São Paulo e que trabalharam muito”. Disse ainda que as pessoas que não tem tempo são sempre as que mais trabalham. “O Juarez é um exemplo dessa doação, nós temos empreitadas juntos e ele nunca faltou aos serviços. Quem quer trabalhar, tá lá porque serviço tem pra fazer, atividade na sociedade civil tem, os problemas vão acontecendo aos montes e nós temos que estar presentes para poder fazer”, e ao finalizar disse que era um prazer poder conviver com o Juarez e sua família. Na sequência o Vereador Antonio Goulart intitulou Juarez Amaro da Silva Cidadão Paulistano.

Em suas palavras Juarez esboçou toda alegria do momento. “Meus amigos e irmãos, a emoção é muito grande, estou sem palavras para falar sobre a emoção que estou sentindo, vem um filme na cabeça da gente, me lembro da época em que eu era menino, que quase não tive nada, mas uma vontade imensa de vencer e trabalhar. É tudo aquilo que todos falaram aqui na mesa, mas falar é uma coisa e sentir na pele é outra. Quando eu recebi a notícia que ia receber esse título eu nem acreditei, porque quando eu tive em um evento de entrega dele para a Dona Rosa, eu falei: nossa que título é esse? E fui procurar saber, e olha pessoal, nós temos que ter determinação na vida e eu falei assim: eu quero um título desse pra mim e vou lutar por ele! E, graças ao bom Deus estou aqui recebendo esse título, fiz isso não só pelo título, mas pelo trabalho social,  nós não podemos simplesmente olhar somente para o nosso umbigo”.

Antes de encerrar Juarez direcionou suas palavras aos seus colaboradores e amigos e disse que sem a parceria deles nada seria possível e finalizou: “Se hoje eu estou aqui recebendo esse título de Cidadão Paulistano, não é meu este título, é de todos que estão aqui, de todos os meus amigos”. 

Eventos

Treinamento Mídias Sociais

01/08/2018

Workshop "O Líder na nova Economia"

24/07/2018

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria