Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Logomarca ou Logotipo? Afinal qual é a expressão correta?
30  ABRIL  2015 

Logomarca ou Logotipo? Afinal qual é a expressão correta?

*Danillo Santos Aiosi

Neste pequeno artigo, nosso Diretor de Marketing, Danillo S. Aiosi, esclarece as dúvidas que são geradas ao pronunciarmos termos desta natureza. É sempre uma incógnita quando dizemos Logomarca, será que é o termo correto? Confira:

Este tema (e termo) já foi fruto de artigos, debates, matérias, blogs, discussões em mesas de bar e em corredores de faculdades. Confesso, porém, que ainda me irrito ao ouvir essa maldita palavra “logomarca”. Vamos tentar chegar a um consenso e banir de vez esse monstro da nossa linguagem diária.

A designer e autora Ana Luísa Escorel fala em seu livro “O efeito multiplicador do design” que a palavra em questão não existe: “...Qual seria o sentido dessa genuína invenção brasileira? Logomarca quer dizer absolutamente nada... A palavra “logos”, vem do grego significando conhecimento e também palavra. Portanto, logomarca significaria “palavra-marca” ou “palavra-conhecimento”, o que não faz sentido algum.”

Eu concordo plenamente com ela. Ao analisarmos outras nomenclaturas básicas que usamos para dissecar uma marca, percebemos isso claramente:

• Logotipo – Logos em grego quer dizer conhecimento, e também palavra. Typos vem do latim e quer dizer padrão e também grafia. Portanto, grafia-da-palavra ou palavra-padrão. Define o nome da empresa. Toda empesa ou instituição que se preze deve ter um logotipo. Até nós temos nossa assinatura como logotipo.

• Símbolo – do latim Symbolium, aquele que representa ou substitui. Nem todas as empresas tem símbolo, como Coca-Cola e Nokia.

• Símbolo gráfico – também conhecido como 5º elemento de determinadas marcas. No caso da Coca, a garrafa e a onda funcionam como um substituto à marca sem, entretanto, se incorporarem na assinatura institucional.

• Marca – refere-se ao conjunto visual e de valores de uma empresa.

Será que ainda preciso falar alguma coisa sobre este assunto? Aonde então entraria essa nova palavra: Logomarca? Para os estudantes de semiótica, esse tema é um prato cheio. Famosos já discorreram sobre esse assunto. Mesmo assim, parece que boa parte dos designers continua insistindo em usar a expressão errada. Acredito que devemos sempre observar o conteúdo do nosso discurso diário, tomando cuidado com a linguagem falada e escrita. Antes de designers, somos comunicadores e temos a obrigação de nos pronunciarmos corretamente. Antes de sairmos falando qualquer bobagem e proliferando erros por aí devemos nos certificar sempre. Não adianta usar nomes complicados em inglês ou qualquer língua estrangeira para defender uma criação se, no mais básico, erra-se feio. E muito feio.

Caso, meu amigo ou minha amiga, você use esse termo em seu vocabulário, pense e mude. Antes de me tornar profissional eu também chamava marca de “logomarca”. Aprendi, refleti, mudei. Não é difícil. 

 *Danillo Santos Aiosi
Designer gráfico & Digital
Diretor de Marketing AESUL Biênio 2015-2017
Diretor de Criação&Design - Arbo Criativa 

 

Eventos

Rodada de Negócios AESUL - 24/08/18

24/08/2018

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria