Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Palestra na sede AESUL falou sobre Governança Empresarial e Recuperação de Empresas
13  JUNHO  2016 

Palestra na sede AESUL falou sobre Governança Empresarial e Recuperação de Empresas

Há caminho ético para sair de uma crise, o importante é ter parceiros para ajudar a resolver os problemas

Em parceria com a Savela Advocacia, no último dia 09 de junho aconteceu na sede da AESUL a palestra “Governança Empresarial e Recuperação de Empresas”. O tema foi levado até os empresários pelo Advogado Danilo Savela, que tem forte atuação no Direito de Empresas e suas subáreas, tais como: Direito Civil Empresarial, Direito do Trabalho, Direito Tributário e Financeiro e Direito do Consumidor. É membro da 6ª turma do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/SP e atua junto a AESUL dando orientação Jurídica gratuita aos associados.

Entre os assuntos abordados durante a palestra, o profissional ajudou a esclarecer que existe caminho jurídico, ético e eficaz para superar uma crise econômica e como se utilizar destes eventuais mecanismos. Ele abordou ainda o que é a Recuperação de Empresas e quais empresários podem se valer deste instrumento.

Savela explicou que o objetivo da palestra foi mostrar que a AESUL através dos associados consegue trazer para o pequeno, médio e grande empreendedor que fazem parte da entidade conhecimento. “Dividir conhecimento esta é nossa proposta. Há caminho ético para sair de uma crise, o importante é ter parceiros para ajudar a resolver os problemas. Um sonho que se sonha sozinho é só um sonho, mas um sonho sonhado com outras pessoas é uma realidade”.

De acordo com o especialista existem dois caminhos para uma recuperação de empresas. “A modalidade extrajudicial, que é uma modalidade negocial que não tem a intervenção, nem a participação do poder judiciário diretamente, então você consegue negociar através do núcleo financeiro e jurídico com os credores individualmente e fazer um plano de recuperação e o juiz só vai homologar, dar validade ao termo para dar força de crédito, mas não tem uma participação ativa.  Já a recuperação judicial é diferente, ela já começa pela autorização do juiz, e é ele que vai ver se a empresa consegue se recuperar ou não. É ele quem vai ser o ordenador e o presidente deste processo, e muitas vezes o empresário pode não conseguir. A modalidade negocial é melhor hoje em dia por ser mais barata, menos burocrática e por ser a primeira medida, já que se o empresário não conseguir a recuperação extrajudicial, poderá pedir a judicial em um segundo momento”.

Quando entrou na parte de Governança Empresarial e Advocacia Preventiva, o advogado explicou quais seus objetivos e benefícios, como se valer da Advocacia Preventiva e da Governança Empresarial para resguardar direitos e evitar e/ou minimizar as demandas jurídicas. “Procure criar produtos e serviços e não fique preocupado só com a folha de pagamento e com a parte administrativa. Você que é empresário não pode perder seus objetivos, os problemas do dia a dia da empresa deve ser dividido com cada um, de acordo com sua competência”, recomendou aos presentes.

 

 

Eventos

Treinamento Mídias Sociais

01/08/2018

Workshop "O Líder na nova Economia"

24/07/2018

Mega Rodada de Negócios AESUL

20/07/2018

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria