Central de Notícias

Notícias Notícias AESUL

Fase Notícias

Palestra da AESUL deu dicas aos empresários para preparar o planejamento financeiro em 2018
27  FEVEREIRO  2018 

Palestra da AESUL deu dicas aos empresários para preparar o planejamento financeiro em 2018

Empresários e gestores financeiros devem ter em mente que o orçamento não é um processo estático, mas sim dinâmico, o qual ajuda a empresa a planejar e controlar as entradas e saídas de caixa

É um princípio básico dos negócios: não basta apenas ganhar dinheiro, é preciso descobrir como e onde investi-lo, além de saber sobre as entradas e saídas de capital. Redigir um orçamento é uma maneira fundamental de ajudá-lo a transformar seus sonhos para o sucesso dos negócios em realidade. Por isso, no dia 21 de fevereiro, a AESUL recebeu Paul Kiessling da empresa Kiessling Business Solutions que deu sugestões aos empresários para eles criarem uma metodologia para planejar e assim conquistar os objetivos empresariais.

Paul abordou o que é o orçamento, elaboração das estratégias da empresa e de cenários e políticas diversas para o orçamento ser seguido mais a risca. Ele explicou também que existem duas formas convencionais de planejar o orçamento. A primeira usa dados históricos para projeção de gastos futuros e a segunda é a respeito do Orçamento Base Zero (OBZ).

 “Em 2016, o SEBRAE fez uma pesquisa e mostrou que 25% das empresas que ‘quebram’ são por motivos de falta de controles financeiros. Por isso, todas as empresas devem ter um planejamento, pois é como um roteiro para a empresa entender onde está indo com o negócio. Assim, é possível também antecipar necessidades futuras, gastos, lucros e fluxo de caixa”, mencionou Paul.

O palestrante mostrou uma estrutura para criar o orçamento e planejamento, e como controlar. Ressaltou que se a pessoa se não tem a disciplina para sentar e montar um orçamento de negócios pode não ter uma visão de como a empresa está atuando de ano para ano, se há cortes possíveis para melhorar o desempenho e se fundos para comprar novos equipamentos, como computadores, caminhões, máquinas, etc. É como estar em um carro sem um mapa ou sistema GPS, a pessoa deseja ir à direção certa, mas não sabe.

O orçamento ajudará a calcular o quanto se tem, quanto precisa gastar e o quanto falta para atingir os objetivos, além de minimizar o risco. Deve ser criado um orçamento antes de assinar uma nova locação ou investir em novas máquinas ou equipamentos. É melhor descobrir que você não pode pagar o novo espaço de escritório antes de se comprometer a gastar certa quantia de dinheiro todos os meses. 

Um orçamento deve incluir receitas, custos, lucros ou fluxo de caixa para verificar se tem algum dinheiro restante para melhorias. Um orçamento deve ser tabulado pelo menos anualmente, semestralmente ou de acordo com a necessidade. Quando a informação sobre os processos financeiros da empresa muda, ela deve ser imediatamente refletida no orçamento de caixa. Muitas empresas usam orçamentos de caixa mensais e alguns acham mais útil usar orçamentos de caixa semanais. Paul sugeriu que os empresários fizessem o orçamento em planilhas, por exemplo, no Excel.

Os orçamentos devem ser ambiciosos, mas realistas. Não mapeie um orçamento que não possa atender, contudo não subestime as possibilidades. Lembre-se de que um orçamento é apenas um plano com números que necessita de ações. Como você pode gerar mais receita? Você precisará de mais representantes de vendas? Onde você pode reduzir os custos ou reduzir os estoques? Vai investir quanto em marketing?

Outra dica do empresário é tomar o orçamento do ano anterior como ponto de partida, por exemplo, pode-se analisar o orçamento de 2017 para obter ideias sobre como aumentar a receita, reduzir custos ou ambos.

Dentre os pequenos e médios empresários presentes, a Fonoaudióloga Viviane Gilg foi umas pessoas que ficou atenta às orientações gratuitas. “A palestra me ajudou a entender que eu tenho que planilhar o ano inteiro da minha empresa, mas podendo realizar correções rápidas no decorrer do ano por meio da análise frequente do material e também mostrou que fazer o controle financeiro ajuda na tomada de decisões em diversas áreas da empresa”, comentou Viviane.

Ao fim, foi sorteada uma consultoria financeira e a premiada foi a Elaine Araújo do E-CLUB - O Clube do Empreendedor. “O palestrante demonstrou propriedade do conteúdo. Sou administradora e consultora, portanto pretendo levar um dos meus clientes que esteja necessitado nesta área para ouvir os direcionamentos do Paul nesta consultoria que ganhei”, finalizou Elaine.

Eventos

Palestra "Terceirização"

17/05/2018

Workshop "Eficácia Operacional"

08/05/2018

Vídeos

Assine nossa Newsletter

Galeria