skip to Main Content
Menu

Festa das crianças completa 30 anos

O dia ensolarado de sábado, 11 de outubro, ficou ainda mais radiante com a festa das crianças que aconteceu na Praça da EMEI Ângelo Kretã, na Rua Nova Delhi, para milhares de crianças da comunidade do Jardim Eliana, Grajaú, Jd. Edith, Jd. Noronha, Jd. Varginha, Jd. Vilela, entre outros bairros localizados no extremo sul de São Paulo. 

A festa organizada pelo Sr. Luiz Ferreira do Carmo, o Sr. Luiz da Mecânica, completou 30 anos, e em suas palavras emocionadas foi um grande sucesso. “Foi um desafio organizar esta festa, mas fiquei muito feliz com o resultado, pois ver a alegria no rostinho de cada criança não tem preço e valeu cada esforço”. A festa acontece todos os anos no sábado que antecede o Dia das Crianças e é feita integralmente por meio de doações da comunidade local, empresários e comerciantes. A AESUL – Associação Empresarial da Região Sul, mais uma vez contribuiu para o sucesso do evento e fez uma doação que contribuiu para a compra de grande parte dos brinquedos.

A festa das crianças teve em sua programação, além da distribuição de muitos brinquedos que é o momento mais esperado pelos baixinhos, diversas atividades para alegrá-los como piscina de bolinha, cama elástica, balão pula-pula, escorregador gigante, passeio de charrete, etc. Também ainda distribuição de lanches, pipoca, algodão doce, refrigerantes e iogurte. Foi uma festa completa para animar os baixinhos e tornar esse dia inesquecível.  .

30 anos levando alegria às crianças

A festa das crianças acontece todos os anos graças à iniciativa do Sr. Luiz Ferreira do Carmo, o Luiz da Mecânica, que decidiu comemorar a data a partir de 1984, já que no ano anterior sofreu uma forte decepção quando se viu sem dinheiro para dar presentes aos seus dois filhos gêmeos.

“Eu tinha três filhos pequenos na época, sendo dois gêmeos de 4 anos, era Dia das Crianças, e como eu não tinha dinheiro para comprar um presente para eles, resolvi pedir emprestado a um amigo, que me falou que tinha, mas não emprestaria. Foi duro ouvir aquilo, e mais duro ainda foi ver meus filhos pedindo um presente, e eu sem nada para lhes oferecer, enquanto eles ficavam vendo as outras crianças brincarem com os presentes novos”, relembra Luiz.

Do episódio triste Luiz tirou uma lição de vida e começou a comemorar o Dia das Crianças ao lado de quem precisava, assim como ele e sua família. O primeiro almoço comemorativo que serviu foi em sua própria casa, onde recebeu 17 crianças. No ano seguinte conseguiu realizar uma festa na rua para 63 crianças, e em 1985 para 118. Luiz explica que a partir daí o evento foi crescendo e ele parou de contar.

Durante 10 anos o Sr. Luiz conseguiu fazer a festa sozinho, mas com o número cada vez mais crescente de crianças e adultos participando todos os anos começou a ficar inviável financeiramente, e em 1994 ele pensou em parar, foi neste momento que a comunidade, empresários e comerciantes se uniram para ajudá-lo fazendo doações, e foi possível dar continuidade a este belíssimo trabalho. Além das doações, a festa conta com o trabalho de muitos voluntários e reúne todos os anos milhares pessoas.

 

Deixe uma resposta

Ir para cima
Open chat
Powered by